PAULO CÂMARA ELOGIA POSIÇÃO DO PT NO GOVERNO E ACENA MANTER ALIANÇA INICIADA EM 2018

Governador Paulo Câmara (PSB) falou nesta-quarta-feira, durante entrevista no canal YouTube do Diario de Pernambuco, sobre a presença de integrantes do PT no governo estadual. O Governador elogiou o trabalho do secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Dilson Peixoto (PT), relembrou a aliança nas eleições em 2018 e destacou o respeito que tem pela sigla em Pernambuco.


Paulo Câmara defendeu o diálogo com outros siglas. “Nós temos caminhos e formas de pensar dentro de um projeto. Fizemos alianças importantes em todo o país, com o PDT, temos uma aliança consolidada aqui com o PCdoB. O PT nos apoiou em 2018, mas nessas eleições aqui no Recife lançaram candidatura própria. Em vários municípios pernambucanos nós estivemos juntos”.

“Há um respeito, principalmente por uma forma de pensar de centro-esquerda que nós queremos avançar. Então a gente vai continuar trabalhando e conversando”, afirmou o Governador. Ele também falou sobre a participação do PT na atual gestão do Governo do Estado.

“A gente vai conversar ainda. O PT nos ajudou a vencer as eleições em 2018. Dilson Peixoto, como secretário de Desenvolvimento Agrário tem nos ajudado muito, é um grande secretário que nós temos hoje. Vamos conversar até para planejar o futuro, eu tenho muito respeito por todos que compõem o PT estadual. Vamos conversar nos próximos dias e com certeza a gente vai ter um entendimento de como vai ser para frente, mas com muito diálogo e muito respeito, que é a forma que a gente sempre faz e trabalha”.


A postura de Paulo Câmara é oposta à do prefeito eleito do Recife, João Campos (PSB). Em entrevista à rádio CBN, no dia 26 de novembro, João garantiu que, caso eleito, o seu governo não teria indicações do PT. “No meu governo, não vai ter nenhuma indicação política do PT. Disputamos contra o PT em 2006, 2012, 2014, 2016 e agora em 2020. E aqui eu garanto ao eleitor que está me ouvindo que no meu governo não vai ter indicação política do Partido dos Trabalhadores”, prometeu ele, que derrotou a petista Marília Arraes nas eleições deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *