REABERTURA DAS ATIVIDADES NO RECIFE FOI TEMA DE DEBATE NA CÂMARA DE VEREADORES

Comissão Especial Interpartidária de Acompanhamento  ao Coronavírus, da Câmara de Vereadores do Recife levou a debate nesta quarta-feira (03), em sessão virtual, a reabertura das atividades econômicas  da cidade.  Presente a rodada da videoconferência, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Ciência, Tecnologia e Inovação, Guilherme Calheiros. 

  Na ocasião o Secretário garantiu a apresentação do plano específico para a capital pernambucana, na próxima semana, “depois que forem ouvidos todos os setores empresariais, comerciais, associações e estiverem definidos todos os protocolos para cada setor. “A flexibilização das atividades será gradual e levará em conta todas as atividades que classificamos com base nas gerações de empregos e de renda, sendo avaliado também o grau de risco de contaminação de cada uma delas”, informou. 

   Reunião foi conduzida pelo presidente da Comissão Especial vereador Luis Eustáquio (PSB. Na abertura, o vereador Chico Kiko (PP) ressaltou que, mais importante do que a reabertura imediata da economia é salvar vidas. Guilherme Calheiros informou que o plano recifense de retomada da economia será apresentado “de forma clara, objetiva” e estará em acordo com o que já foi apresentado esta semana pelo Governo do Estado.

 A organização do plano  criou seis grupos de setores produtivos. Esses grupos é que serão abertos gradualmente e numa sequência, mas não todos de uma vez. “Para sairmos de um grupo para o outro, vamos considerar se poderemos ou não avançar. Também será observada a importância de cada um dos grupos para a economia municipal. Para isso, atenderemos inclusive a critérios não só econômicos e sociais, mas, sobretudo científicos. Serão eles que nos darão embasamento sobre os riscos de contaminação”, destacou Guilherme Calheiros. 

 Os negócios que constarão em cada um dos seis grupos foram selecionados “com base em estudos técnicos e econômicos”. Secretário, no entanto, não quis adiantar a lista dos setores. O estabelecimento de  horário diferente nas atividades foi pensado para minimizar o impacto no número de passageiros do transporte público, além disso, haverá um incentivo ao uso de bicicletas. 

  Nosso plano será uma forma de convivermos com o vírus da covid-19, enquanto não temos uma vacina ou remédios para combatê-lo. “Nossa intenção é acertar, na maioria das vezes, mas também poderemos ter necessidade de acertos durante a execução das normas”, ressaltou o Secretário

   Guilherme Calheiros  explicou,  que ainda não há uma data exata para a reabertura de shoppings e de academias de ginástica e anotou sugestões sobre a reabertura de igrejas. “O assunto será discutido, mas é preciso considerar o retorno das atividades e os protocolos para esse retorno, a exemplo de número de lotação, horários e outras informações”. Participaram da reunião, além de Luiz Eustáquio e Chico Kiko, os vereadores: Jayme Asfora (Cidadania), Ana Lúcia (Republicanos), Eriberto Rafael (PP), Michele Collins (PP), Gilberto Alves (Republicanos), Renato Antunes (PSC), Aline Mariano (PP) e Ivan Moraes (PSOL).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *