O DEM PODE AFASTAR SENADOR FLAGADO PELA PF COM DINHEIRO NA CUECA

Diretório Nacional do DEM está tentando um acordo para que o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado com cerca de R$ 30 mil escondidos na cueca, seja afastado do partido.  O Senador foi flagrado na última quarta-feira, durante a Operação Desvid-19, da Polícia Federal ,  com dinheiro escondido na cueca.  A operação apura desvios de recursos da saúde, em Roraima. Na quinta-feira (15) ele foi destituído da vice-liderança do governo.

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, determinou o afastamento do congressista por 90 dias. A decisão ainda precisa ser confirmada pelo Senado Federal. O DEM também solicitou ao STF que as  informações  sobre o  inquérito que investiga o Senador sejam compartilhadas.

 “O ato tem como objetivo analisar eventual desrespeito aos princípios éticos do Democratas, previstos estatutariamente, pelo senador Chico Rodrigues (RR)”, escreveu a legenda  em  nota enviada à imprensa . O partido tenta construir uma saída para que não seja prolongada a crise causada pela operação da PF envolvendo o senador.

  Há a opção de ser aberto um processo de expulsão, mas isso levaria tempo e precisaria obedecer trâmites do estatuto da sigla. “A gente tem um estatuto que precisa ser seguido, não poderia fazer, por exemplo, a expulsão sumária de um senador”, explicou  um  parlamentar  do DEM,  ao blog. “Apesar da resistência inicial do Senador, a direção da legenda crê que ele vai aceitar o acordo e pedir o afastamento do partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *