HOJE É “O DIA D” DE MULTIVAÇÃO PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

   Neste sábado  (17)  é o Dia D da Campanha de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação . Pais e responsáveis por crianças e adolescentes menores de 15 anos devem ficar atentos  para  a iniciativa.   Estão sendo disponibilizados  nesta data,  todos os imunobiológicos indicados para esta faixa etária, que deve ser imunizada caso haja alguma dose em atraso.

  Além disto, meninos e meninas entre 01 e menores de 05 anos devem fazer uma dose contra a poliomielite. A Secretaria Estadual de Saúde – SES,  também recomendou que os responsáveis pelos jovens e crianças procurem, previamente, se informar sobre os locais que estarão realizando o serviço.

“Esta campanha de vacinação é essencial para elevarmos as coberturas vacinais contra diversas doenças. Tivemos uma queda na adesão às vacinas em 2019 e neste ano, com a pandemia da Covid-19, já notamos uma diminuição na procura pelos imunobiológicos. Por isso, este momento é necessário para atualizar as cadernetas de vacinação, proteger as crianças e adolescentes e prevenir contra diversas doenças”, reforçou o secretário estadual de saúde, André Longo.

  Para as crianças abaixo de 7 anos, as unidades disponibilizam os seguintes imunizantes: BCG, hepatite B, pentavalente, poliomielite, rotavírus, pneumocócica 10, meningocócica C, febre amarela, tríplice viral, varicela, hepatite A e DTP. A partir dos 7 anos, até os menores de 15, podem ser feitas as doses da hepatite B, febre amarela, meningocócica ACWY, HPV e varicela.
A recomendação para as pessoas que apresentam um quadro febril é de aguardar o restabelecimento do quadro clínico, para que não se atribua à vacina manifestações da doença.

  Em casos sugestivos ou confirmados da Covid-19, a SES recomenda manter o isolamento por pelo menos até 3 dias depois do desaparecimento dos sintomas, com tempo mínimo de isolamento de 14 dias do início da sintomatologia. Só após esse período é indicado procurar o posto de saúde para a imunização. Para os contatos, mesmo assintomáticos, também orienta-se aguardar os 14 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *