SEMENTES MISTERIOSAS VINDAS DA CHINA CHEGAM AO BRASIL: AUTORIDADES EMITEM ALERTA

 Pacotes misteriosos têm sido entregues  a moradores de Santa Catarina junto a compras realizadas pela internet.  A embalagem com o produto chega até as pessoas como sendo um  brinde.  Os pacotes, supostamente enviados da China, descrevem o conteúdo como “joias”, mas na verdade são sementes.

 A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc  emitiu um alerta à população.  Em caso de recebimento  do possível brinde,  as autoridades  sanitárias  do  estado catarinense  orientou que os pacotes não devem ser abertos nem as sementes plantadas, já que podem está contaminadas com pragas capazes de impactar as plantações agrícolas da região.

“Caso o cidadão não tenha feito nenhuma compra, mas tenha recebido um pacote suspeito, não abra, não semeie e não jogue no lixo. Leve-o até um escritório da Cidasc ou do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento- – MAPA, mais próximo para que sejam recolhidas”, alertou o órgão. O primeiro pacote de que se tem notícia chegou a um morador da cidade de Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina.

  A pessoa que recebeu  havia comprado  um objeto de decoração por meio da internet e, ao receber a encomenda,  junto  veio outro pacote contendo duas embalagens com as sementes. Após a repercussão, ao menos 30 moradores de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul entraram em contato com as autoridades para informar que também receberam as sementes via Correios, algumas delas não haviam feito compras na internet.

 CASOS NO MUNDO

Outros países também registraram o recebimento de pacotes com sementes misteriosas provenientes da China. Ainda não há evidências exatas de quando os envios começaram, nem o volume de sementes distribuído. Em julho, agricultores dos Estados Unidos relataram o recebimento de embalagens não solicitadas contendo sementes chinesas. “Não temos informações suficientes para saber se isso é uma farsa, brincadeira, fraude ou ato de bioterrorismo agrícola”, declarou o comissário da Agricultura do estado do Kentucky (EUA), Ryan Quarles.  Portugal  também se manifestou declarando o recebimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *