PANDEMIA DE COVID-19 É PIOR DO QUE A DE GRIPE ESPANHOLA DIZ NELSON TEICH

O ex-ministro da Saúde, Nelson Teich afirmou, nesta sexta-feira (25), que a pandemia de Covid-19 no Brasil, é pior do que a de gripe espanhola. Em publicação nas redes sociais, o médico estimou que o País tenha considerado a subnotificação, de 230 mil mortes provocadas pelo novo coronavírus. Oficialmente, são pouco menos de 190 mil.

“Os relatos históricos da gripe espanhola apontam um pouco mais de 35 mil mortes no Brasil, nos anos de 1918 e 1919. Pelos dados do IBGE, em 1920 o Brasil tinha 30,6 milhões de habitantes. Se ajustarmos a mortalidade daquela época, para os dias atuais, onde o Brasil tem aproximadamente 212,4 milhões de habitantes, o número equivalente de mortes em 2020 seria de aproximadamente 243 mil mortos”, argumentou. 

“É impossível projetar e saber com precisão, quantas mortes acontecerão no Brasil pela Covid-19, mas com a situação atual, onde existe um crescimento significativo de casos e mortes – as mortes pela Covid-19 vão com certeza superar as da gripe espanhola”, acrescentou o ex-ministro.

Nelson Teich, que deixou o governo em maio, após divergências com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), sendo sucedido pelo atual titular da pasta, Eduardo Pazuello – ainda aproveitou o período natalino para fazer uma reflexão, sobre a conscientização acerca dos cuidados necessários para impedir a propagação do coronavírus.

“Essa situação, demanda que as pessoas se cuidem cada vez mais, até que uma solução chegue. Essa situação da Covid-19 depende das vacinas e programas de vacinação eficazes. Felizmente essa realidade parece próxima,  ressaltou Teich.

“Que o Natal traga paz e resistência, para que possamos passar por esses momentos difíceis e que nos dê também, a sabedoria para que consigamos encontrar as melhores soluções o mais rápido possível”, concluiu o médico e ex-ministro da Saúde, Nelson Teich.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *