MENDONÇA E PRISCILA REÚNEM MULTIDÃO EM BICICLEATA PELAS RUAS DO RECIFE

O candidato a prefeito do Recife Mendonça Filho (DEM)  liderou na manhã deste domingo (25), ao lado de sua vice, deputada Priscila Krause, uma grande bicicleata, que contou com a participação de diversos ciclistas. “Foi uma festa importante para mostrar nosso compromisso em, assim que formos eleitos, assumirmos a chance de pensar e realizar um novo plano de mobilidade urbana, com foco nas necessidades do recifense”, disse Mendonça, que tem enfatizado que a capital pernambucana tem um dos piores trânsitos do mundo. 

Senador Fernando Bezerra Coelho, líder do Governo Bolsonaro no Senado, participou do evento e garantiu que o Democrata contará com o apoio de Brasília, para realizar importantes obras que estão no plano de governo da Aliança Recife Acima de Tudo (DEM, PSDB, PTB e PL). “Estaremos ao seu lado para ajudar a construir pontes com Brasília, para que aconteça uma transformação real no Recife” prometeu o Senador por Pernambuco. 

O passeio ciclístico partiu do Parque Caiara, na Iputinga, passando pela Praça da Torre, Mercado da Madalena, Museu da Abolição, Clube Internacional, Ponte da Torre e finalizando, já por volta do meio-dia, no comitê da campanha dos candidatos da coligação Recife Acima de Tudo, na Rua Real da Torre. No local, o ex-ministro da Educação assinou documentos de compromisso com diversos grupos de ciclistas. Para Priscila Krause, o “passeio teve seu percurso como uma forma de denunciar várias vias importantes que não têm ciclofaixa, revelando a importância desse modal de mobilidade e os perigos que os ciclistas enfrentam diariamente pela cidade”.

Mendonça Filho aproveitou o evento para acrescentar, em discurso aos militantes e ciclistas, que estimular o uso de bicicletas como locomoção é um dos vários aspectos a serem trabalhados para melhorar a mobilidade recifense. “Sem falar nos ônibus cheios, irregulares, sem ar condicionado. E do abandono em que se encontra o BRT. A única coisa que esse pessoal do PSB é competente, é cobrar imposto e taxa. A cidade não aguenta mais”, disparou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *